CPI dos Medicamentos define nomes a serem ouvidos

por Ludmilla Perpétua de Oliveira publicado 21/11/2018 12h25, última modificação 21/11/2018 14h37

Foi realizada a quarta reunião da CPI dos Medicamentos nessa segunda-feira, 19. A Comissão Parlamentar de Inquérito tem como objeto investigar as denúncias envolvendo a compra de remédios sem a devida entrega ao município.

 

O vice-presidente da comissão, vereador Wladimir Careca, apresentou requerimento de prorrogação de prazo para encerramento dos trabalhos da CPI. Este requerimento é medida prevista no regimento interno. Sua aplicação se dá pelo atual andamento dos trabalhos, pelo fato de que houve pedido de afastamento por motivos de saúde de um dos componetes da comissão, além da demora de entrega de documentação por parte do Executivo Municipal.

 

Também foram apresentados os documentos solicitados na última reunião: empenhos assinados acompanhados das respectivas notas fiscais; cópia de notas fiscais de medicamentos emitidas para o município de Timóteo pela Cofarminas (Comércio de Produtos Farmacêuticos Ltda.) no período de 16/02/18 a 31/08/18; parecer técnico do chefe de Licitações da Câmara Municipal de Timóteo.

 

A reunião transcorreu com apresentação, discussão e deliberação da pauta dos trabalhos a serem desenvolvidos pela comissão visando à apuração dos fatos objeto do requerimento parlamentar. Os parlamentares deliberaram pela definição dos nomes a serem ouvidos diante da ampla documentação colhida. Os depoimentos serão realizados no próximo dia 27, a partir de 9h.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.