Vereadores se reúnem em sessão solene da nova legislatura

por Juliana Teixeira de Melo publicado 06/02/2019 10h37, última modificação 06/02/2019 10h37
Vereadores lamentam tragédia de Brumadinho na abertura da 14ª Legislatura

Na primeira reunião ordinária de 2019, a Câmara de Timóteo realizou uma sessão solene para a instalação da 14ª Legislatura, com a presença dos vereadores, prefeito e vice-prefeito. Para o momento ecumênico estiveram presentes representantes religiosos como o padre da paróquia São João Batista, José Geraldo de Melo; o presidente do Núcleo Espírita Paulo de Tarso, Jorge Soares; e o pastor da Igreja Cristã Maranata, Lúcio Aguiar.

No início da sessão, o presidente da Câmara, Diogo Siqueira pediu a todos um minuto de silêncio pelas vítimas do rompimento da barragem de Brumadinho. Logo em seguida, os convidados também se postaram de pé para a execução do Hino Nacional.

O vice-prefeito, José Vespasiano elogiou a contribuição dos três líderes religiosos na reunião, considerando de muita importância a questão espiritual na caminhada política representantes dos poderes Executivo e Legislativo. “Que possamos cumprir nosso papel de forma honrada e com ética”, ressaltou Vespasiano.

O prefeito, Douglas Willkys falou da importância da união entre os poderes para que a população tenha serviços de qualidade. “O objetivo é trabalharmos com responsabilidade, dedicação e comprometimento, mesmo existindo naturalmente a divergência política”, disse Douglas.

 O presidente do Legislativo começou seu discurso declarando sua gratidão pelos pais. Em seguida falou da sua conduta como gestor da Casa, que será baseada na democracia. “Vamos ouvir os nobres colegas, quem votou e quem não votou em mim. Foi uma eleição e ela passou. Agora é a Câmara de Timóteo trabalhando pelo povo. Todos os vereadores terão liberdade para exercer seus mandatos independente de partido e convicção política”, afirmou o presidente.

 Em relação ao Executivo, Diogo acrescentou que a parceria será o instrumento com o qual pretende guiar os trabalhos. “Confirmaremos a harmonia e a independência entre os poderes. Vamos chegar ao final do mandato com a coroa da missão cumprida. Todo poder emana do povo e para ele será exercido”, ressaltou.

 

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.