Audiência Pública discute prestação do serviço do INSS em Timóteo

por Sabrina Costa Dias publicado 27/11/2019 17h13, última modificação 27/11/2019 17h13

A prestação de serviço do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) à população foi tema de uma audiência pública realizada na tarde da última terça-feira (26), no Plenário da Câmara de Timóteo. Promovida pelo Legislativo em atendimento a um requerimento do presidente da Casa, vereador Professor Diogo, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, o debate teve como objetivo defender um atendimento de qualidade do órgão à população.

A motivação da audiência foi, segundo o vereador, a ocorrência de mudanças na estrutura do INSS, como a redução do atendimento presencial nas agências e a consequente transferência deste atendimento para canais digitais, como internet e telefone. “Estamos vivendo um momento de desmonte da estrutura da seguridade social no Brasil, causando prejuízos à população que, em muitos casos, tem ficado perdida quanto ao acesso aos serviços prestados pelo INSS”, pontuou.

Presente à audiência, o gerente da agência do INSS de Timóteo, Harvey Ramon, reconheceu a falta de pessoal para atendimento nas agências, e explicou que a situação atual é reflexo do número de servidores que se aposentaram recentemente. “O problema de falta de pessoal, não é apenas local. Estamos trabalhando com uma estrutura de pessoal enxuta, e é necessário repor parte deste efetivo”, observou.

No que se refere à digitalização do atendimento, Ramon acredita que é um caminho sem volta. “A digitalização é uma forma de racionalizar o trabalho, então eu não vejo como dificultador. É uma questão de modernização, como já ocorre em outros órgãos públicos”, analisou. Ele citou também a parceria com a Câmara de Timóteo, através do Centro de Atendimento ao Cidadão (CAC). “O agendamento via internet é que os usuários apresentam mais dificuldade. O CAC nos auxilia nesta questão, e realiza um ótimo trabalho”, elogiou.

Encaminhamentos

De acordo com o presidente do Legislativo, a audiência proporcionou um debate em duas frentes: em defesa da previdência social, para que a prestação de serviço aos cidadãos seja de qualidade; e em defesa da assistência social, haja vista a recente extinção deste serviço no âmbito do INSS, o que tem deixado a população desassistida, sobretudo a mais carente.

Para Diogo, a audiência teve um resultado positivo, e proporcionou importantes encaminhamentos. “Nosso próximo passo é buscar diálogo com parlamentares no Congresso Nacional, com o Ministério Público Federal, buscando por essas vias e através do Legislativo - eventualmente do Poder Judiciário - defender a previdência e da assistência social”, ressaltou.

error while rendering plone.comments