Comissões se reúnem para analisar contas e possíveis irregularidades

por Juliana Teixeira de Melo publicado 11/08/2020 17h50, última modificação 11/08/2020 17h55

 

 

Na tarde dessa quarta-feira, os vereadores que compõe a comissão de Orçamento e Finanças Públicas se reuniram para dar início aos trabalhos de análise do parecer prévio  do Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCE/MG) que sinalizou para a aprovação das contas do Executivo Municipal no ano de 2018. Pelo parecer, o Executivo cumpriu os índices constitucionais de aplicação dos percentuais mínimos dos recursos públicos. Entre os pontos analisados estão gastos com Educação, Saúde, Despesas com Pessoal e Créditos Adicionais. A Comissão é composta pelos vereadores Raimundinho (presidente), Adriano Alvarenga e Fábio Campos Binha (relator)O relator vai começar a análise do parecer para dar seu voto.

 

Também se encontraram no plenário alguns vereadores para a instalação de duas comissões especiais. Uma composta pelos vereadores Adriano Alvarenga, Fábio Campos Binha (presidente)e Gualberto (relator) formada para investigar possíveis irregularidades (corrupção) ocorridas na Secretaria Municipal de Obras, quanto ao modo de locação de maquinários e permanência da locação destes. A próxima reunião ficou agendada para quinta-feira. A outra comissão especial, composta pelos membros efetivos vereador Adriano Alvarenga, Fabio Campos Binha e José Fernando seria para tratar dos óbitos ocorridos na Sodalício Tio Questor durante a pandemia do Covid-19, mas sua instalação e escolha do presidente e relator ficaram também para a próxima quinta-feira.

error while rendering plone.comments