Prefeitura de Timóteo excede limite de gastos com pessoal

por Layara Almeida Andrade publicado 25/09/2019 13h35, última modificação 25/09/2019 17h03

A Câmara Municipal de Timóteo recebeu na tarde da terça-feira (24) a prestação de contas do Executivo, referente ao segundo quadrimestre do ano, atendendo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Os números apresentados demonstram que o governo extrapolou o limite de gastos com pessoal.

A apresentação foi feita pela controladora geral do município, Maria Lúcia de Oliveira. De acordo com a LRF, o limite prudencial com os gastos de pessoal é de 51,30%, os números do Executivo apontam 59,02%. Já os dados do Legislativo estão de acordo com a LRF, sendo 4,38% dentro do limite de 6%.

“O prefeito tem a obrigação de cumprir com a legislação e um dos pontos mais importantes é a demissão imediata de 20% dos cargos comissionados, que atualmente têm um custo elevado para os cofres públicos”, criticou o vereador Adriano Alvarenga.

De acordo com o presidente da Casa, Professor Diogo, é necessário ser justo, tendo em vista que algumas questões orçamentárias vêm de gestões anteriores. “As luzes de alerta estão acessas, quem herda a administração, também herda os problemas e a responsabilidade de resolvê-los”, reiterou.

error while rendering plone.comments